Prefeitura recorre às polícias e ao Ministério Público para resolver questão de andarilhos da cidade
Prefeitura Serviços Municipais Empresas Servidores Municipais Turismo Transporte Coletivo PPP Parceria Público Privada Portal da Transparência

Conselho Municipal de Segurança Pública

05/05/2009 - Prefeitura recorre às polícias e ao Ministério Público para resolver questão de andarilhos da cidade

Reunião na manhã desta terça-feira, dia 05, agrupou membros da Prefeitura Municipal, Promotoria de Justiça, Polícia Civil e Polícia Militar para discutir e acordar atitudes a serem tomadas em relação à pessoas desocupadas e andarilhos que insistem em permanecer nas praças públicas da cidade.

De acordo com a Secretária de Desenvolvimento Social, Maria Thereza Rodrigues da Cunha, através da Ronda Social, mensalmente são detectados entre 35 e 45 cidadãos que insistem em permanecer nas praças públicas e que acabam causando problemas aos moradores do entorno desses logradouros. “Através da Ronda Social oferecemos assistência a essas pessoas, encaminhamos para entidades que tratam de dependência química e psicológica e eventualmente até mesmo para o albergue para passarem a noite. Mas, temos detectado reincidências e estamos sentindo que muitos deles não querem ajuda”, conclui Maria Thereza.

Wellington Cardoso Ramos, secretário executivo do Conselho Municipal de Segurança Pública e subsecretário de Governo, ainda acrescenta que esses cidadãos causam perigo não só a própria vida, como a de terceiros. “As queixas da população tem se avolumado. Normalmente, eles ingerem grande quantidade de bebidas alcoólicas, fazem uso de drogas, praticam atos libidinosos e de atentado violento ao pudor e até mesmo agressão. Outro fator relevante é a questão do patrimônio público, que por conta de brigas entre eles, acabam depredando”, acrescenta Wellington.

Vale a pena ressaltar que boa parte destas pessoas não residem em Uberaba e não possuem documentação, o que inviabiliza a embarcação para suas cidades de origem.

E, como alguns casos fogem a alçada do poder municipal e ferem a questão da segurança pública, o prefeito Anderson Adauto juntou forças com outros órgãos, no caso as Polícias Militar e Civil e também Ministério Público, para que este problema possa ser solucionado. Durante a reunião ficou acordado que esgotadas as tentativas da Ronda Social, entra em cena a Guarda Municipal e a Polícia Militar, nos casos que configuram delitos, sobretudo na questão da contravenção penal, e estas pessoas serão encaminhadas para a Delegacia de Polícia, onde será lavrado uma ocorrência e o acusado da infração será direcionado ao Ministério Público, especificamente ao Juizado Especial, para as providências cabíveis. “Se necessário for, definido a pena, como prestação de serviços, a Prefeitura está disponível para fazer o acompanhamento físico e psicológico para ajudar a ressocialização do indivíduo. E, esperamos que com esses procedimentos, possamos efetivamente resolver a questão da ocupação indevida e os problemas causados por ela”, finalizou Adauto.

A reunião aconteceu logo após a apresentação do novo delegado regional da Polícia Civil, Dr. Francisco Gouvêa, ao prefeito Anderson Adauto e autoridades. Também presentes, o promotor de justiça Dr. Adroaldo Junqueira, o subsecretário de Trânsito e Transportes Ricardo Sarmento, diretor da Guarda Municipal, Júlio César Aguiar e o responsável pela Ronda Social, Leonardo Souza Silva.

 
 
 

Outras Notícias: Conselho Municipal de Segurança Pública



Voltar
Prefeitura Municipal de Uberaba
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Twitter Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub