Prefeitura

Fundação Cultural

14/04/2016 - Coordenadores do Dandô no Triângulo mostram sua sonoridade nesta quinta

O Circuito Dandô – Circuito de Música Dércio Marques retorna nesta quinta-feira, 14, mais uma vez de forma especial. Nesta edição o Dandô apresenta mostra dos coordenadores do projeto na região do Triângulo Mineiro, com o cantor, compositor, arranjador e instrumentista, Marcelo Taynara, de Uberaba; com o músico, ator e educador André Salomão, de Araguari, e o professor, escritor, compositor e músico premiado, Érick Castanho, de Uberlândia. 

O Dandô será realizado no Teatro Experimental de Uberaba, às 20h, com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) O apoio do evento é da Fundação Cultural e de Gilberto Rezende, que é anfitrião do Dandô em Uberaba.

Marcelo Taynara – O cantor, compositor, arranjador e instrumentista, Marcelo Taynara, é o coordenador do Dandô em Uberaba. Autodidata e iniciou-se na música aos dez anos de idade, tocando bateria e cantando em bandas de bailes, viajando por grande parte do Brasil e da América Latina. Suas composições trazem os elementos de sua descendência negra e indígena, a influência do clube da esquina, do Congado e das diversas tendências da música contemporânea. Suas raízes são representadas também em imitações, com efeitos vocais de pássaros, cachoeiras bichos silvestres e outros sons da natureza e de percussão, o que se tornou uma marca peculiar do artista. Suas músicas são simples, ternas e cuidadosamente elaboradas, ressaltando a pureza das intenções e a urgência de se adotar o sentimento como bússola da vida.

Taynara lançou seis CDs: “A cor de Minas”, em 2000; “Sete Colinas”, em parceria com o violonista Sérgio Ramos, em 2001; "Pilão Marcado, em 2005, com as participações especiais de Saulo Laranjeira, Paulinho Pedra Azul, Emilio Victtor, Dercio Marques, Denílson Mabuzzy, Léo Diniz e o guitarrista de jazz norte americano Ralph Pritikin Warren; “Pilão Marcado ao Vivo, em 2008, ”Pretinha, em 2014, com participações especial de Toi Rap, Mc Gugu e Marboy e “Marcelo Taynara e Banda Outubro Ao Vivo na praça da Concha Acústica”. Também lançou dois DVDs: “Cantos e Congos, em 2012 e Pilão Marcado, em 2014.

Dividiu palcos com vários artistas mineiros, destacando-se na abertura da Eco Latina 2001, ao lado de Dércio Marques, Daniela Lasálvia e Kátya Teixeira, no palco do Minas Centro. Participou de vários festivais pelo Brasil.

Atualmente, Taynara circula pelo premiado ”Dandô – Circuito De Música Dércio Marques” que foi contemplado em 2014 com o “Prêmio Brasil Criativo” do governo federal, na categoria “Música”, como o melhor projeto de circulação de artistas do país. Marcelo  Taynara é coordenador local do Dandô na cidade de Uberaba MG.

André Salomão – O músico André Salomão, é o coordenador do Dandô em Araguari e apresenta o repertório de seu recém-lançado CD “Planos e Muros”. “É o nome de uma das músicas. Ela foi composta em um momento de descoberta de caminhos. Fala de assumir riscos e abandonar alguns medos que não são seus, mas do mundo. Por se tratar de um álbum de lançamento de uma carreira, acreditei que esse seria um título significativo”, observa Salomão.

O músico cursa Música na Bituca – Universidade de Música Popular, em Barbacena. Com experiência de mais sete anos trabalhando como artista, atuando como músico, ator e educador, André já produziu o DVD “Lançado ao Mar” e participou de outras gravações e montagens de espetáculo em grupos como Todo-Um (Uberaba) e Emcantar (Araguari) e com este espetáculo atuou por cinco anos em turnês nacionais e oficinas para crianças e adolescentes. Planos e Muros é seu primeiro disco de composições. A sonoridade do trabalho é uma mescla de ritmos e tem como base arranjos de violão, guitarra, baixo, percussão e bateria.

Érick Castanho – Também participa do Dandô desta quinta Erick Guimarães França, o Érick Castanho, é o coordenador do projeto em Uberlândia. Além de químico, é professor, escritor, compositor e músico premiado.

Em 2011, levou o prêmio de Melhor Música do II Festival Universitário da Canção, promovido pela Universidade Federal de Uberlândia, com a canção “Natureza em Aquarela”. Neste mesmo festival e com a mesma canção, abocanhou também o prêmio de Melhor Arranjo. No mesmo ano, a banda “Erick Castanho e vozes no vento” voltou a vencer com os prêmios de “Melhor intérprete” e o 2º lugar na classificação geral do XIII Festival Universitário de Música Candanga da Universidade de Brasília (Finca/UnB). No ano seguinte, 2012, Erick Castanho e vozes no Vento concorreu com 12 finalistas de Monte Carmelo, Patos de Minas, Ituiutaba e Uberlândia, e venceu o 1º “Circuito Integração de Viola”.

Imperdível, nesta quinta, 14, Circuito Dandô com Marcelo Taynara, André Salomão e Érick Castanho, no TEU, a partir das 20h.

Maria das Graças Salvador

Comunicação PMU/FCU

 
 
 

Outras Notícias: Fundação Cultural



Voltar
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub