Prefeitura Serviços Municipais Empresas Servidores Municipais Turismo Transporte Coletivo PPP Parceria Público Privada Portal da Transparência

Fundação Cultural

11/08/2015 - Assinados convênios aprovados pelo Fundo Municipal de Cultura

Foram assinados na tarde desta segunda-feira (10) os convênios dos projetos selecionados pelo Fundo Municipal de Cultura (FMC), no Gabinete do prefeito Paulo Piau. Foram selecionados 13 projetos dos 38 inscritos.

O Fundo Municipal de Cultura oferece incentivo financiando e apoiando projetos culturais que, apesar de importantes para a cultura, teriam dificuldades para obter patrocínio. Esta é uma iniciativa da Prefeitura de Uberaba, através da Fundação Cultural, e é uma das maiores conquistas em termos de políticas públicas para a cultura dos últimos anos.

De acordo com o prefeito Paulo Piau este foi um ato histórico para Uberaba. “A Lei de incentivo esta ajudando a combater o nível de violência e através da cultura conseguimos resgatar os jovens, que estavam indo na direção oposta”.  Vale lembrar que o Fundo Municipal de Cultura é um mecanismo de política pública que proporciona a concessão de incentivos financeiros a pessoas físicas residentes em Uberaba para a realização de projetos culturais. Foram disponibilizados R$ 200 mil para financiamento de projetos culturais.

Dos projetos selecionados, três são da área de música; dois na área de artes cênicas; dois na área de audiovisual; três de literatura; um na área de artes visuais; um na área de cultura popular e um de artesanato.

“O Fundo Municipal de Cultura é sem dúvida uma das maiores conquistas para o setor artístico-cultural de Uberaba, em especial por fomentar a produção dos bens culturais e o acesso aos mesmos, por meio do investimento de recursos financeiros para a realização de empreendimentos artístico-culturais”, observa a presidente da Fundação Cultural, Sumayra Oliveira.

Projetos – Foram selecionados 13 projetos. Um deles foi o “Voyeur: produção de Longa-metragem experimental” de Aldo Luiz Pedrosa da Silva, na área de audiovisual. Este projeto tem como objeto a realização de um longa-metragem cinematográfico de baixo orçamento, nos moldes de um curta-metragem, com equipe reduzida, pequenos custos de produção e no formato digital. Com o título Projeto Voyeur, o mesmo abordará em seu enredo questões em voga na contemporaneidade, como o exibicionismo e o voyeurismo na cultura global e consumista atual, principalmente devido à onipresença dos dispositivos tecnológicos, tanto na cidade de Uberaba como no mundo todo. A partir do gênero mockumentary, será proposta uma nova linguagem autoral no âmbito do cinema nacional.

Outro projeto foi o “Princesinha do Sertão (Bons Tempos)”, de Tales Bastos Barros - Talinho, na área de música, visando a gravação de um CD autoral de Música Popular Brasileira (MPB). Talinho é artista premiado e contribui para a preservação da cultura de Uberaba, valorização e disseminação da música regional pela divulgação na mídia local (rádio e TV) e realização de 10 apresentações em escolas públicas e em locais abertos ao público, promovendo a acessibilidade para toda a população do município. 

Já o “Trilogia Sobre Uberaba”, de Guido Luiz Mendonça Bilharinho, na área de literatura compõe-se de três ensaios ou livros: Literatura e Estudos Históricos em Uberaba, Periódicos Culturais de Uberaba (que poderá ser intitulado Periódicos Culturais, Empresariais e de Variedades de Uberaba), e, Informação Sobre Uberaba, contendo ensaio sobre a fundação e evolução econômica de Uberaba, além de informações sobre suas instituições culturais, museus, teatro, imprensa, espaço urbano, igrejas e capelas, fóruns, etc. 

Outro projeto na área de literatura é “Caderno das Chuvas” de Jorge Alberto Nabut, e recorre à tradição vivida pelo autor na infância, à experimentação tida na juventude, em contato direto com as enchentes e as inundações e ao contexto atual, quando a conscientização da importância das águas é a arma mais eficaz contra sua escassez, para fazer incisivas visitas poéticas às chuvas. O tratamento gráfico dado permite ainda uma interatividade com o leitor. Será distribuído para bibliotecas e alunos da rede pública de ensino, além de outros segmentos de jovens abertos às questões temporais da estética e do comprometimento social e ecológico. 

“Hip Hop na Praça” de Taciana Afonso Carvalho de Morais, pertence à área de artes visuais e tem objetivo de estimular a criatividade, a participação e interação dos adolescentes. O projeto propõe o evento “Hip Hop na Praça”, como atividade da Semana do Hip Hop, prevista na lei municipal nº 11.378/2012, para ser realizada na semana de 20 de novembro. A proposta é trabalhar os elementos do hip hop: grafitti, rap e break dance, entre 13h e 17h, nas praças dos bairros Alfredo Freire, Valim de Melo e Elza Amuí. Profissionais das áreas citadas concederão palestras e ainda coordenarão as oficinas. Na tarde de cada evento, a praça será decorada com exposição de 40 telas de grafitti e um Dj de Hip Hop estará no evento oferecendo a sonorização. 

Outro projeto na área audiovisual é “Das Gerais Web TV”, de Renata Degani Ferreira da Silva. O projeto tem por objetivo de difundir a nossa cultura através de programas culturais, com fácil acesso de toda a população. Será realizada a criação de um web canal com programação cultural voltada para a população de Uberaba, com a pretensão de nos tornar o principal veículo audiovisual na web da região, difundindo material de boa qualidade, informativo e culturalmente rico para todos. 

Já o “Calça de Jornal”, de Débora Braga Bezerra, na área de artes cênicas, é baseado no conceito de ameaça de destruição cultural abordado por Omar Souki no livro Genocídio Cultural. O projeto aborda os efeitos da mídia massiva sobre a tradição e a cultura na sociedade urbana e rural, através de duas intervenções artísticas: uma performance teatral e uma exposição artística. Entendendo a arte como ferramenta de conscientização, que tem o poder de avivar no ser humano sua independência conceitual e sua autovalorização, este projeto visa a ascendência cultural local. 

Na área de música, outro projeto visa a gravação de música, desta vez erudita. “Murilo Limma Duetos, de José Murilo Bernardo de Lima, irá reunir vários cantores líricos de Uberaba, que farão dueto com músico. O cantor traz em seu currículo um CD solo gravado, papel principal na ópera As Bodas de Fígaro e no musical O Corcunda de Notre Dame, participação no musical O Fantasma da Ópera e no musical A Família Addams, além de diversos recitais líricos, quatro premiações em concursos/festivais e a produção e direção de seis shows, entre outros. 

Também na área de música, “Maracanã Canto Coral”, de Cristina Arruda Correia, pretende dar continuidade ao “Maracanã Canto Coral”, que desenvolve um trabalho com crianças de 7 a 15 anos desde 2006. Neste ano realizará duas oficinas, sendo uma de expressão corporal e ritmo, outra de canto e ensaios de repertório no espaço cedido pelo Santuário Nossa Senhora da Abadia entre julho e dezembro. Também haverá duas apresentações públicas e gratuitas que acontecerão no Teatro Experimental de Uberaba e no Teatro Municipal Vera Cruz, que encerrarão o projeto. 

Na área de artes cênicas, ‘Forma e Ritmo Oficinas Culturais”, de Jezreel Braga Bezerra pretende realizar oficinas culturais semanalmente, de caráter sequencial, na comunidade rural Capelinha do Barreiro. As oficinas serão de Modelagem em barro e Dança e expressão corporal. Serão três grupos diferentes em cada oficina, divididos por idades. O projeto finalizará com um evento cultural na praça central de Capelinha do Barreiro, onde se realizará uma exposição de peças de barro feitas pelos alunos, uma performance de dança das alunas e oficinas de modelagem e dança abertas ao público.

Outro projeto na área de literatura é “Composição Instantânea: Apontamentos sobre Improvisação, de Álvaro Augusto Walter. Na área de cultura popular foi aprovado o “Seminário Capoeira é Patrimônio Cultura da Humanidade: Desafios para o Século XXI, de Ricardo Barbosa Dias. E para fechar os 13 projetos, na área de artesanato, será realizado o “III Encontro da Mulher Rural – de Associação de Mulheres Rurais de Uberaba e Região.

 Jornalista Maria das Graças Salvador

Comunicação PMU/FCU

 
 
 

Outras Notícias: Fundação Cultural



Voltar
Prefeitura Municipal de Uberaba
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Twitter Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub