Prefeitura

Fundação Cultural

29/08/2014 - Fundação Cultural promove show em homenagem a Tião Carreiro, neste sábado (30)

A Prefeitura de Uberaba -- por intermédio da Fundação Cultural -- realiza neste sábado, show em homenagem a Tião Carreiro, cantor de música sertaneja de raiz que influenciou muitas duplas, deixando um legado de fundamental importância para a música caipira. O show do dia 30 apresenta artistas que se inspiram no músico sertanejo. A música começa a partir das 10h, na Praça Tião Carreiro, bairro Residencial Nenê Gomes.  

O homem Tião Carreiro tocou viola a vida inteira por amor a música, com uma i notável trajetória; ele fez da viola muito mais do que seu cartão de visita, fez da viola a cara do Brasil. José Dias Nunes, conhecido como Tião Carreiro, nasceu em Montes Claros, norte do estado, dia 13 de dezembro de 1934 e morreu em São Paulo, dia 15 de outubro de 1993. Criado numa fazenda nos arredores de Araçatuba (SP), começou a tocar violão ainda pequeno, com 8 anos de idade, quando também já cuidava do arado e dos afazeres na roça.

Aprendeu a tocar viola na adolescência, praticamente sozinho, sem nunca ter tido um professor. Isso porque em 1950, com apenas 13 anos, Tião Carreiro trabalhava no Circo Giglio, onde já cantava em dupla com seu primo Waldomiro da dupla Palmeirinha e Coqueirinho. Tião Carreiro cantou em diversas duplas, tendo adotado diferentes nomes artísticos, tais como Zezinho (com Lenço Verde), Palmeirinha (com Coqueirinho) e Zé Mineiro (com Tietezinho). O sucesso como artista, porém, só viria com anos mais tarde ao lado de Pardinho, com quem formou a dupla que ficaria perpetuada como "Os Reis do Pagode".

Suas parcerias mais famosas foram com Antônio Henrique de Lima (o Pardinho) e Adauto Ezequiel (o Carreirinho, falecido em 2009 e foi o professor de Tião Carreiro). Tião Carreiro alcançou sucesso ao formar dupla com Pardinho, e foi o inventor do Pagode de Viola, diferente do pagado de samba.  Entre os maiores sucessos de Tião Carreiro estão Pagode em Brasília, que foi o primeiro pagode, criado com Lourival dos Santos, em 1959, Boi Soberano, Filhinho de Papai, Cochilou Cachimbo Cai entre outros.A discografia de Tião Carreiro soma mais de 45 discos, tornando-se, hoje em dia, considerada "Cult" pelos admiradores de música sertaneja, é encontrada facilmente em qualquer loja de discos do Brasil.

Tião Carreiro gravou 27 discos 78 rpm (9 com Carreirinho e18 com Pardinho) e 41 LPs, que foram remasterizados em 41 CDs (33 com Pardinho, um com Carreirinho, quatro com Paraíso, dois discos solo e um com Praiano), além de 15 compilações em LP lançadas entre uma e outra gravações originais, compactos simples e duplos.

Jornalista Maria das Graças Salvador

Comunicação PMU/FCU

 
 
 

Outras Notícias: Fundação Cultural



Voltar
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub