Prefeitura Serviços Municipais Empresas Servidores Municipais Turismo Transporte Coletivo PPP Parceria Público Privada Portal da Transparência

Fundação Cultural

28/08/2014 - Capacitação em processos de pesquisa aborda a importância das folias de Reis

Uberaba e região poderão se transformar em polo para a pesquisa e registro das folias como Patrimônio Histórico Imaterial

 

O curso de Metodologia de Pesquisa em Patrimônio Imaterial -- focado no inventário das Folias de Reis -- será encerrado nesta quinta-feira (28).  A promoção é da Fundação Cultural de Uberaba e do Conselho de Patrimônio Histórico e Artístico de Uberaba (Conphau) com o apoio do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG). As aulas são das 8 h às 12 h e das 14 h às 18 h, no Teatro Experimental de Uberaba (TEU).    

Uberabenses e representantes de diversas cidades da região estão participando do seminário com o objetivo de tornar a região um polo para realização de pesquisa e do registro das folias. Também estão presentes capitães de Folias de Reis e estudantes universitários. Para o instrutor do curso, Luís Gustavo Molinari Mundim, gerente de Patrimônio Imaterial do Iepha e mestre em História Social da Cultura pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o curso tem grande importância para o sucesso do inventário das Folias de Reis, que será feito.

Ele ressalta que a participação dos agentes de cultura -- que no curso aprendem todas as etapas da pesquisa -- é fundamental nesse processo. “A ideia é que após o reconhecimento das folias venha uma política pública de valorização desse patrimônio cultural. E aí vamos precisar desses agentes para executar, para apontar e para participar dos futuros projetos”, observa.

A presidente da Fundação Cultural, Sumayra Oliveira, acredita que o seminário vai reunir forças científicas para avançar no processo de registro das folias. A expectativa é de que já sejam estabelecidas metas de trabalho ao final do curso. “Uberaba é a capital do gado zebu, com orgulho. Também é referência quando se diz respeito ao médium Chico Xavier e referência quanto ao trabalho paleontológico, em Peirópolis. Em minha opinião, devemos defender também o título nacional de se tornar a capital da Folia de Reis, Uberaba e região, porque aqui temos muita história”, defende.

Na abertura do curso, a superintendente do Arquivo Público e conselheira do patrimônio histórico, Marta Zedinik, parabenizou a Fundação Cultural pela iniciativa e reconheceu que é um grande avanço criar um polo regional da área de Folia de Reis e integrar toda a região no desenvolvimento do projeto. Para o vice-presidente do Conphau, Gilberto Resende, essa é uma oportunidade excepcional para a troca de experiências e ao mesmo tempo perpetuar o patrimônio imaterial e as tradições da região.

Molinari Mundim disse que o objetivo é que a experiência seja reproduzida em outras regiões de Minas Gerais que possuem Folia de Reis. “A partir dos resultados observados no polo de Uberaba e região, a ideia é que depois, com o material histórico todo colhido, a gente faça uma instrução única de registro das folias de Minas Gerais como um todo”, afirmou.

 

Luiza Carvalho de Oliveira – estagiária de Jornalismo

Comunicação PMU/FCU

 
 
 

Outras Notícias: Fundação Cultural



Voltar
Prefeitura Municipal de Uberaba
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Twitter Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub