Prefeitura Serviços Municipais Empresas Servidores Municipais Turismo Transporte Coletivo PPP Parceria Público Privada Portal da Transparência

Gabinete

24/11/2018 - “Prefeitos de Minas devem ser considerados heróis”, diz representante de Romeu Zema

Prefeitos de aproximadamente 40 cidades estiveram reunidos no encontro “Minas contra a crise”, que aconteceu nesta sexta-feira (23) no anfiteatro da Prefeitura de Uberaba. Diante dos inúmeros pedidos de socorro feito pelos prefeitos presentes, o representante do governador eleito, Romeu Zema, o médico e integrante do Governo de Transição, Adriano Augusto Pimenta de Oliveira disse que a crise enfrentada por Minas Gerais é desesperadora e que o novo governador eleito está totalmente solidário e assume o compromisso de buscar recursos e soluções para a grave crise enfrentada. “Os prefeitos são heróis e o não repasse desses valores cabíveis aos municípios está gerando transtorno enorme”, declarou.


Em entrevista coletiva, Adriano chegou a falar que a dívida anunciada de 10,5 milhões de reais pode ser ainda maior por se tratar de um dado que o governador eleito não teve acesso. “Estamos num período de diagnóstico do problema e ainda não tivemos acesso aos dados e nem a senhas. Apenas conhecemos prédios e o mobiliário, por isso estamos preocupados com o que o vamos encontrar”, declarou Adriano.


Outro ponto destacado por Adriano, é que o governador eleito manifestou sobre a importância e a responsabilidade dos prefeitos enquanto gestores municipais e que é preciso soluções imediatas.  “O buraco nas ruas está no município e não no gabinete do governador e, por isso, os cumprimentos dos repasses são tão importantes para a solução desde os pequenos problemas até os mais graves. Romeu esteve em Brasília e nas suas primeiras ações já manifestou pela renegociação da divida presente no estado. Nada será resolvido da noite para o dia, porém é preciso começar, haja vista que o governo atual não teve interesse em renegociar esses valores. Caso isso acontecesse o primeiro impacto seria a redução da folha de pagamento e o Governador Pimentel, somente com folha de pagamento enfrenta gasto mensal de 80% de tudo o que é arrecadado. Um dos compromissos de Romeu Zema é reduzir gastos e assim poderemos dar uma ‘respirada’ pelo menos nesse começo de governo”, disse Adriano.


Sobre a questão específica da Saúde, o ‘porta-voz’ do governador eleito apontou para reunião ocorrida na sexta-feira (16) entre representantes do futuro governo de Minas e do Ministério da Saúde para a busca de soluções, principalmente ao repasse de custeios. “Existem liberados R$ 250 milhões para de Minas Gerais para cirurgias eletivas enquanto os prefeitos estão passando por este problema de judicialização da saúde e o com dinheiro parado. É um total descaso por parte de Pimentel e por isso garantimos que vamos buscar estes recursos na esfera federal”, expressou.


Sobre as ações já definidas para janeiro, Adriano afirmou que o novo governador terá o compromisso de atender as necessidades dos prefeitos e que espera a solução célere e emergencial da situação. Sobre Uberaba, Adriano parabenizou a ação do prefeito Paulo Piau e garantiu que “Romeu está ciente do que está acontecendo”.  “O que aconteceu aqui foi um pedido de socorro. As prefeituras estão sem oxigênio e precisam sobreviver, é emergencial a solução dessa situação”, resumiu.
 
Jorn. Sabrina Alves
SECOM/PMU

 
 
 

Outras Notícias: Gabinete



Voltar
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Twitter Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub