Prefeitura

Gabinete

14/02/2017 - Ministro Blairo Maggi abre I Conferência Internacional da CPLP em Uberaba

Com o discurso voltado para o sucesso do Brasil no agronegócio o Ministro da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário, Blairo Maggi abriu ontem (13), em Uberaba (MG), a I Conferência Internacional da Comunidade de Países da Língua Portuguesa – CPLP, cujo tema foi “Desenvolvimento Econômico e Erradicação da Pobreza através da Agricultura. Além da CPLP, a coordenação do evento foi da Câmara de Comércio e Indústria Brasil Moçambique – CCIBM, com o apoio do Governo Federal, da Fundação das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), do Governo de Minas Gerais, Prefeitura de Uberaba, da Federação da Indústria do Estado de Minas Gerais (Fiemg), entre outras entidades públicas e privadas.

A troca de experiência, conhecimento e tecnologia entre os países membros da CPLP tem como setores prioritários a Agricultura familiar (máquinas e equipamentos); Agroindústria (processamento de alimentos); Infraestrutura (Armazenagem e vias de escoamento); Difusão de Tecnologia e Capacitação Técnica; e Indústria de Produção de Fertilizantes, podendo se constituir em uma oportunidade de negócios, visto que o valor projetado de investimentos para a CPLP é de US$ 2,8 bilhões, conforme informou os organizadores.

O Presidente da CCIBM – Sinfrônio Júnior, afirmou que 27 milhões de pessoas passam fome e que o evento tem como objetivo espalhar o conhecimento e a tecnologia para que se os países da CPLP se desenvolvam como Brasil, e isto por meio de diferentes tipos de negócios.  Ele também solicitou ao governo brasileiro que reveja e facilite os vistos para quem deseja fazer negócio com o Brasil. Júnior destacou ainda, que a Conferência Internacional era o início de um trabalho que será desenvolvido pela Câmara e pela Comunidade, sendo que um Gabinete será instalado em Uberaba, com a representatividade de todos os países de língua portuguesa, cujo objetivo será o de alinhar novas oportunidades de negócios entre os envolvidos.

Esforço - Ao discursar no evento, Maggi enfatizou a história do Brasil no agronegócio lembrando o esforço do governo, entidades afins e dos empresários do setor. “Há 50 anos dependíamos da importação de alimentos. Mas aprendemos, buscamos informações fora, implementamos o conhecimento adquirido, tínhamos um solo ruim, mas aí vem a tecnologia, foi criada a Embrapa, também as entidades estaduais. Fizemos uma revolução. Hoje a estimativa é que a da Safra 2017 chegue a quase 220 bilhões de toneladas”, destacou ele.

Ele também garantiu que o Brasil “tem condição de mostrar o caminho de forma mais rápida e mais barata para os países da CPLP”, já que o trabalho para colocar o país no patamar em que se encontra, não foi fácil, foi preciso investimentos significativos, sendo que muitos não conseguiram atingir o objetivo. “Muitos perderam. Demoramos a chegar onde estamos. Teve conhecimento, mas houve muitos custos também, mas este caminho podemos mostrar”, garantiu Maggi, lembrando ainda que o Brasil tem a agricultura mais sustentável do planeta, já que preserva 61% do seu território intacto, mais 11% de área de reserva  e 19,7% para pecuária e 8% para a agricultura. Conforme o ministro, a exportação na área do agronegócio rende ao país 75 bilhões de reais por ano, sendo ainda o seu maior PIB.

Conhecimento – O Prefeito de Uberaba, Paulo Piau destacou a importância do evento ser realizado na cidade, lembrando da contribuição dada pelo município ao agronegócio brasileira. “Temos ao Brasil a melhor raça bovina do mundo, o Zebu. Também saiu de Uberaba a raça Gir e hoje 70% do leite do nosso país vêm desta raça. Por meio da Fazenda Modelo, hoje Epamig, criamos a soja do cerrada. Foi aqui em Uberaba que criou-se a bolsa de arrendamento. Ou seja, Uberaba contribuiu e ainda contribui significativa com o agronegócio. Temos na área genética bovina o melhor conhecimento e as melhores tecnologias, podemos sim, contribuir com os países da CPLP e estreitar ainda mais esta relação, pois temos conhecimento e tecnologia, tudo isso alinhado a pesquisas e entidades de ponta em todos os segmentos”, garantiu.

O deputado federal e presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, Marcos Montes, também destacou que o Brasil está pronto para a missão de unir e construir países sem fome. “Sabemos fazer. Estamos para ter uma Safra de mais de 200 bilhões toneladas. Os produtores brasileiros estarão juntos neste projeto. Sinto-me honrado pela minha cidade, Uberaba, ter sido escolhida para sediar este evento e podem contar com o meu apoio”, afirmou.

Na avaliação do presidente da Fiemg, Altamir Rôso, o Brasil é uma potencia no agronegócio e o evento da CPLP é uma grande oportunidade de negócios. Ele lembrou que os países envolvidos precisam de investimentos e que a Fiemg também está pronta para o desafio. Na mesma linha foi o Subsecretário Especial de Agricultura Familiar (SAS), Everton Augusto Paiva Ferreira, que garantiu que explicou que a secretaria, promove a inclusão produtiva e o desenvolvimento rural. Francisco Bendrau Sarmento, Chefe de representação da FAO/ONU junto a Portugal e à CPLP, afirmou que a entidade está junto neste projeto, e que auxiliará nos trâmites das negociações.

A Conferência Internacional segue até o dia 15 e conta em sua programação com painéis técnicos voltados para desenvolvimento agrário, tecnológico, econômico e sustentável no âmbito do agronegócio.

Jorn. Keila Riceto

Comunicação PMU 

 
 
 

Outras Notícias: Gabinete



Voltar
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub