Prefeitura

Gabinete

19/12/2014 - Prefeitura trabalha para minimizar danos causados pela chuva

Em 50 minutos a cidade passou pela maior chuva do ano, com ventos com mais de 50km/h. Choveu o equivalente a oito dias do mês climatológico

 
Devido a intensa chuva ocorrida nesta quinta-feira, dia 18, o prefeito Paulo Piau convocou uma reunião de emergência para avaliar os danos. As secretarias de Infraestrutura, Trânsito, Guarda Municipal e Defesa Civil, montaram de imediato uma força tarefa que se encaminhou aos pontos que mais sofreram impactos, com o objetivo de minimizar os danos causados pela chuva.


A Avenida Santos Dumont é uma das que mais teve danos. A via esteve em obras nos últimos meses e o trânsito foi liberado recentemente de forma temporária com restrições. Como as obras retornam em janeiro, foi colocado no local um pavimento provisório. O secretário de Obras, José Elias Miziara explicou que a partir da Rua Epitácio Pessoa, no que tange as alterações do água viva referentes a esgoto e drenagem nada está concluído.


“A água desse trecho não conseguiu entrar porque não tem canal acima da Epitácio e por conta disse ela veio toda por cima da via. A avenida recebe toda a vazão da avenida Santa Beatriz e da rua Pedro Salomão. Uma região que recebeu um volume de chuva fora do comum. Como havia um pavimento provisório, o mesmo não resistiu”, aponta Miziara.


Na última tarde choveu em 50 minutos o equivalente ao que choveria em oito dias. Em um determinando momento foi registrados ventos de 54km/h. Na parte sul da cidade choveu aproximadamente 65 milímetros e na parte sudeste e oeste, que foi a mais afetada, a chuva chegou a quase 80 milímetros, correspondendo a 26% de um mês inteiro de chuvas. Foi à maior chuva do ano de 2014.


O secretário agora pede que os motoristas redobrem a atenção, principalmente por ter trechos na Santos Dumont com valetas abertas. “No final da tarde, a secretaria da Infraestrutura fez uma limpeza mais significativa. Nesta sexta-feira, dia 19, a empresa Integral Engenharia que liberou a avenida irá dar início à recuperação da pista”, destaca Miziara. 


José Elias explica que o Água Viva é um projeto para chuvas que podem acontecer a cada 25 anos. “A cada 25 anos pode ter uma chuva que supera as dimensões dos canais projetados. Assim é para toda obra de engenharia. Dentro dessa faixa, com o projeto concluído a expectativa é para acontecer nenhuma enchente”, afirma.


A Guarda Municipal está na avenida dando o suporte aos motoristas que precisarem trafegar na via. A prefeitura pede que a população evite passar pelo local até que os danos sejam minimizados. A secretaria de Infraestrutura colocou 30 homens para trabalhar na avenida, duas pás carregadeiras e três caminhões. Um caminhão pipa está fazendo a limpeza nas ruas onde tem mais barro para evitar qualquer acidente. “São muitos pontos e não conseguiremos resolver tudo de uma única vez. Preciso que os motoristas estejam atentos, pois nessa sexta-feira o trabalho terá continuidade com uma equipe muito maior”, reitera o secretário de Infraestrutura, Roberto Indaiá.


Jorn. Natália Melo
Comunicação PMU 

 
 
 

Outras Notícias: Gabinete



Voltar
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub