Prefeitura Serviços Municipais Empresas Servidores Municipais Turismo Transporte Coletivo PPP Parceria Público Privada Portal da Transparência

Gabinete

20/10/2011 - Medidas de contenção não comprometem prestação de serviços

Junta de Gestão garante que economia de equilíbrio é para fechar bem o ano e continuar garantindo investimentos para a cidade

Junta de Gestão mantém análise orçamentária e financeira para fechamento de 2011 e também do último ano de mandato. Medidas de economia estão sendo tomadas desde o início de outubro com o objetivo de assegurar o cumprimento do programa de obras e investimentos em execução no município, considerado prioridade do governo.

De acordo com a secretária da Junta e Chefe de Gabinete, Angela Mayrink, as ações adotadas são para fechar bem o ano fiscal, mas a economia não representará prejuízo na prestação de serviços à população. “A equipe técnica se reúne diariamente e está fazendo um estudo minucioso para identificar onde existe margem para economia. Um exemplo é a suspensão de horas extras, exceto nos casos de serviços operacionais que serão mantidos”, ressalta.

A Chefe de Gabinete analisa também que o perfil ativo do prefeito Anderson Adauto e a abertura do mesmo no governo federal viabilizou a conquista de obras e programas importantes para Uberaba. De acordo com Angela, Uberaba se desenvolveu muito nos últimos anos, e conquistou mais obras que outras cidades, mas para isso a Prefeitura também precisou garantir as contrapartidas necessárias.

“O município também entra com recursos para obras como a implantação das marginais nas BRs e a construção do Hospital Regional. Além disso, ele assume novas despesas de manutenção a partir do aumento na prestação de serviços públicos”, destaca.

As medidas de contenção são necessárias ainda em função do aumento do custeio da administração municipal. Conforme Angela, um exemplo é a construção de novos Centros Municipais de Educação Infantil (Cemeis), que resultou na contratação de mais professores e surgimento de novos custos para atender um número maior de crianças. “Só para citar outro caso, Uberaba antes não tinha piscinas para os estudantes e população em geral, hoje são 18 no total que geram um custo mensal de manutenção em torno de R$ 70 mil”, explica. Outro exemplo é o programa Um Computador por Aluno (UCA), onde foram aplicados quase R$ 2 milhões para atendimento às primeiras seis escolas municipais.

“Houve muito investimento, nossa prestação de serviços cresceu e surgiram novas despesas de custeio permanentes. Infelizmente, a arrecadação não acompanha no mesmo ritmo. Precisamos adequar as finanças para esse momento em que tivemos acréscimo de custos por causa do aumento na prestação de serviços à população. Quem não tem investimento, não tem contrapartida. Mas o município não cresce. A nossa opção foi pelo desenvolvimento de Uberaba”, finaliza.

A Junta de Gestão é composta pelos titulares das pastas da Controladoria, Procuradoria, Fazenda, Orçamento, Administração, Desenvolvimento Econômico e Gabinete.

 

 
 
 

Outras Notícias: Gabinete



Voltar
Prefeitura Municipal de Uberaba
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Twitter Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub