Prefeitura Serviços Municipais Empresas Servidores Municipais Turismo Transporte Coletivo PPP Parceria Público Privada Portal da Transparência

Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação

20/03/2015 - Uberaba mantém 2ª posição no ranking de empregos do Caged

A cidade é a melhor colocada da região, Uberlândia ficou em 809º e Araxá em 68º
 
Com 1.420 novos postos de trabalho criados no primeiro bimestre de 2015, Uberaba segue como a segunda cidade que mais gera empregos em Minas Gerais, de acordo com ranking elaborado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Caged, órgão do Ministério do Trabalho. A cidade ocupou a mesma posição no ranking mineiro que levava em consideração todo o ano de 2014 e manteve o desempenho em 2015. O primeiro lugar geral é de Nova Serrana, no centro-oeste mineiro, tradicional polo calçadista, em terceiro lugar está Montes Claros, no norte do estado.  
 
Na contramão do país - No ano passado, o Brasil teve a pior criação de vagas de empregos desde 2003. Neste bimestre, a situação continua desfavorável. Enquanto em fevereiro de 2014 foram criados 260.823 postos de trabalho, em 2015 a diferença foi drástica. São 2.415 empregos negativos. Em Minas Gerais, a situação é um pouco melhor. O estado aparece na 7ª posição do ranking nacional, com 3.167 empregos a mais neste primeiro bimestre.
 
Região - No ranking do Estado, a cidade vizinha Uberlândia aparece na posição 809, com um saldo negativo de 120 empregos. Patos de Minas em 13º, Araxá em 68º. Já a capital mineira, Belo Horizonte, é a última colocada, com 4.595 postos de trabalho a menos.
 
Para o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, José Renato Gomes, o índice positivo é resultado das políticas implantadas na administração. “A Secretaria de Desenvolvimento Econômico tem procurado diversificar as suas ações. Nós não podemos concentrar todos os nossos esforços apenas em cima de uma ou outra atividade. Nos últimos dois anos, esse governo trabalhou muito para conquistar novos empreendimentos”, afirma.
 
Somente em fevereiro deste ano, houve um acréscimo de 300% na geração de empregos, no comparativo com a média mensal de 2014. Se considerados ainda aqueles que obtêm renda informal (sem carteira assinada), a média de postos de trabalho salta de 711,5 em fevereiro para 960,5 no mesmo mês.
 
No saldo total (admissões menos desligamentos) da cidade, a Construção Civil lidera a geração de empregos, com 685 novos postos de trabalho. Logo depois, vem a Indústria de Transformações, que empregou 389 pessoas a mais, seguida pela área de Serviços, com 371, e a Agropecuária com 175 novos empregos.
 
“Os números do Caged, que mostram Construção Civil em primeiro lugar, prova que estamos levantando as unidades, fábricas e indústrias que vão começar a funcionar na cidade. A Construção é a primeira que tem que dar resultado e mostra que continuamos crescendo. A gente espera que a economia nacional não atrapalhe os próximos resultados em Uberaba”, observa Gomes.
 
Para o prefeito Paulo Piau, a política de atração de investimentos de Uberaba é modelo para o Estado e já mostra resultado. “A ordem era para não perder negócio, não perder oportunidade e a Sedec tem feito isso muito bem. Talvez tão importante quanto atrair grandes investimentos é o apoio que a Prefeitura tem dado para as empresas locais. Essa política tem feito toda a diferença”, finalizou o prefeito.
 
  Mariana Bananal (Estagiária de Jornalismo)

 
 
 

Outras Notícias: Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação



Voltar
Prefeitura Municipal de Uberaba
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Twitter Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub