Saúde

19/08/2016 - Comitê de Mobilização da Dengue, Chikungunya e Zika discute ações para o combate ao mosquito

Anfiteatro do Centro Administrativo ficou lotado por representantes de vários segmentos da sociedade
 
“Só um grande exército – envolvendo o poder público, as crianças, escolas, empresas e toda a comunidade em geral – vai conseguir controlar este mosquito”, disse o prefeito Paulo Piau durante a reunião do Comitê de Mobilização, Assessoramento, Acompanhamento e Avaliação das Ações de Controle da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus em Uberaba, realizada no fim da tarde desta quinta-feira (18). O anfiteatro do Centro Administrativo ficou lotado de representantes de diversos segmentos da sociedade, incluindo os órgãos públicos, Polícia Militar, associações de bairro, imprensa, entre outros.

Ao dar boas-vindas aos presentes, o secretário de Saúde, Marco Túlio Azevedo Cury, destacou que a reunião era de trabalho e que o envolvimento da sociedade nestes diversos eixos propostos é fundamental para um bom resultado. “Vamos redigir um documento com as ações que serão implementadas a partir das sugestões apresentadas”, afirmou. Túlio Cury lembrou que Uberaba está saindo na frente, antecipando esta discussão ao período mais crítico das doenças. “Esta semana já tivemos uma chuva forte, temos que nos preparar”, completou. O prefeito lembrou que o clima está mudando e contribuindo para o aparecimento de novos vetores. “A dengue está presente em 150 países, não é uma questão só do Brasil. Mas sabemos que na região tivemos casos relacionados ao Aedes aegypti”, disse Piau.

A reunião contou com a participação da representante do Ministério da Saúde, Lara Marina Almeida e Fonseca, que apresentou dados das doenças e destacou que o governo federal está trabalhando muito para combater o mosquito, assim como Uberaba. De acordo com os números, o Estado de Minas Gerais tem em 2016 mais de 500 mil casos prováveis de dengue, sendo que 176 óbitos foram registrados até o momento. Em relação ao zika vírus, Minas Gerais contabiliza mais de 7 mil casos neste ano.

O diretor de Controle de Endemias e Zoonoses, Antônio Carlos Barbosa, apresentou um balanço das ações que o município está desenvolvendo para a prevenção e combate ao mosquito. Neste ano já foram realizadas 465 mil visitas domiciliares, e ainda 1.673 visitas aos pontos estratégicos e 5.583 ações de bloqueio. Segundo Barbosa, os mutirões de limpeza realizados ao longo do ano resultaram em 352 caminhões de lixo, entulho e materiais inservíveis retirados e, além disso, foram coletados 182.490 quilos de pneus de 127 borracharias da cidade.

Durante a reunião, o diretor de Vigilância Epidemiológica, Robert Boaventura de Souza, apresentou as ações realizadas junto ao paciente, como a introdução do hemograma como exame de base, a hidratação desde o início do atendimento, e falou ainda das diversas capacitações promovidas para os profissionais da área. Os participantes também receberam informações da infectologista da Secretaria Municipal de Saúde sobre as doenças relacionadas ao Aedes aegypti.


Os representantes dos diversos segmentos apresentaram as sugestões que vão auxiliar na elaboração do plano de intensificação do trabalho de prevenção e combate. As sugestões apresentadas na reunião foram divididas em quatro eixos temáticos: Mobilização Social e Educação em Saúde; Operações de Campo; Manejo Clínico e Plano Contingencial de Assistência; e Legislação e Suporte Jurídico.
 
Juliana Fidelis
Comunicação SMS

 
 
 

Outras Notícias: Saúde



Voltar
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub