Prefeitura

Saúde

29/01/2015 - SMS e UFTM realizam conscientização sobre hanseníase

Divulgado nesta quarta-feira (28), o Dia Mundial da Luta Contra a Hanseníase, a campanha de conscientização, informação e divulgação sobre a doença. A iniciativa, realizada pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) conta com o apoio do Centro de Saúde Dr. Eurico Vilela e foi desenvolvida no calçadão da Rua Artur Machado, das 8 h às 17 h.

O objetivo foi informar a população sobre os sintomas, causas e tratamento da hanseníase, com enfoque na eliminação do preconceito associado à doença, popularmente conhecida como lepra. A professora e coordenadora do Programa de Educação pelo Trabalho (PET-Saúde) em Hanseníase, Adriana Aveiro Ventura, comemora o sucesso da iniciativa. “Verificamos um número maior de pessoas interessadas em saber da doença e pela campanha em relação ao ano passado”, avalia.

A coordenadora descreve as atividades desenvolvidas durante a campanha de conscientização. “Além da divulgação de informação sobre a doença, por meio de panfletos e de diálogo com a nossa equipe, disponibilizamos, também, testes dermatológicos de sensibilidade para identificação dos sintomas que podem indicar a hanseníase”, explica Adriana.

Caso haja suspeita da doença, a equipe do PET-Saúde registra o nome e número de telefone do paciente e entra em contato com o Centro de Saúde Dr. Eurico Vilela para marcação de consulta com especialista em hanseníase.

Os primeiros sintomas da hanseníase são: surgimento de pequenas manchas dormentes e avermelhadas ou esbranquiçadas na pele. A doença, transmissível e curável, ataca os nervos periféricos e a pele e não requer internação para o tratamento.

Ao longo da história, os pacientes de hanseníase sofreram com preconceito devido às deformidades físicas que a doença pode causar. Vale ressaltar que, com tratamento precoce, a hanseníase não deixa quaisquer sequelas.

O diretor da Vigilância Epidemiológica de Uberaba, Robert Boaventura, explica que o evento, realizado anualmente, permite a identificação precoce da hanseníase. “A Vigilância Epidemiológica está preparada para realizar o diagnóstico, acompanhamento e tratamento da hanseníase de forma gratuita”, afirma.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) instituiu, em 1954, a Semana Mundial da Luta Contra a Hanseníase, de 21 a 28 de janeiro. Em Uberaba, o dia 28 foi escolhido para ser o dia representativo da campanha.


Breno Cordeiro (estagiário de jornalismo) 28/01/15

 
 
 

Outras Notícias: Saúde



Voltar
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub