Prefeitura Serviços Municipais Empresas Servidores Municipais Turismo Transporte Coletivo PPP Parceria Público Privada Portal da Transparência

Saúde

10/07/2014 - Relatório do Ministério da Saúde aponta melhorias no almoxarifado da SMS

O secretário de Saúde de Uberaba, Fahim Sawan, recebeu relatório do Serviço de Auditoria do Ministério da Saúde -- a partir de visita técnica realizada no almoxarifado da pasta -- com registro de melhora significativa. A visita foi realizada em atendimento à solicitação do Ministério Público do Estado de Minas Gerais para verificar se as irregularidades apontadas em parecer técnico de maio de 2012, foram sanadas. O laudo foi assinado pelo chefe do Serviço de Auditoria (SEAUD/MG – MS), João Batista da Silva.

Problemas encontrados em maio de 2012 (gestão anterior)

1) Grande número de medicamentos vencidos, dispostos em diversas caixas, sem organização e sem possibilidade de uma quantificação, dispostos em galpão destinado a estocagem de medicamentos da atenção básica. Em outro galpão, várias caixas de reveladores e fixadores de RX, também com validade expirada. Em um terceiro espaço, uma sala interna próxima à entrada do galpão, onde se armazenava impressos para utilização nas unidades da Secretaria de Saúde, existiam pilhas de caixas de medicamentos vencidos;

2) O armazenamento de medicamentos aptos para distribuição e dispensação era organizado de modo que impedia a visualização do nome do medicamento, da data de validade e do lote de todas as caixas;

3) Existência de várias caixas de um mesmo medicamento abertas impediam o controle exato do estoque físico, facilitando o desvio e a troca da distribuição;

4) Falta de dispositivo de segurança contra incêndio;

5)Guarda de botijões de gás butano era feita próxima da caixa de passagem da rede elétrica, com estoque de materiais médicos hospitalares e bombonas de material corrosivo;

6) Medicamentos estavam estocados inadequadamente, em contato direto com as paredes.

7) Depósito de pastas e arquivo inativo, banco de veículo, mangueiras de água e outros materiais em desuso, no mesmo espaço de guarda dos medicamentos e materiais médico-hospitalares;

8) Utilização de lonas plásticas cobrindo caixas de medicamentos para prevenção de goteiras.

 

Melhoras realizadas em 2013 e 2014

Após nova visita ao almoxarifado da Secretaria de Saúde, realizada no mês passado, o laudo diz que o local passou por uma reestruturação em sua organização, operacionalização e também quanto aos recursos humanos. Atualmente, possui controle de estoque informatizado, no qual são inseridos a data de aquisição, o número da nota fiscal, o nome do fornecedor e a relação dos medicamentos adquiridos, por princípios ativos e sua especificação. Cada medicamento ganha um número de acordo com a sua especificação, para melhor controle e localização dentro do almoxarifado. Do sistema pode-se extrair a posição do estoque atual, o consumo mensal, semestral e anual e o controle dos lotes e validades. Desta forma, o sistema contribui para a visualização do consumo máximo e mínimo de todos os medicamentos utilizados na rede de saúde, o nível de estoque e o ponto ideal de suprimento, evitando a compra desnecessária e a consequente perda por expiração da validade.

De acordo com o relatório, o setor passou por alteração de quadro de pessoal, com substituição do responsável, aumento do número de profissionais farmacêuticos e inclusão de um profissional odontólogo.

Os medicamentos e materiais médico-hospitalares estão dispostos em estrados, sem contato direto com o chão ou com as paredes do galpão.

A distribuição de medicamentos e materiais médico-hospitalares é efetuada na lógica do primeiro que entra é o primeiro que sai, sempre observando a data de validade e o lote do medicamento que vem determinado na autorização de distribuição.

Além disso, os medicamentos são distribuídos mensalmente para as unidades de saúde e centros de especialidades, quinzenalmente para as Farmácias básicas e semanalmente para as UPAs, SAMU, CTA e URSs.

O local passou por avaliação do Corpo de Bombeiros, que determinou a colocação de extintores de incêndio e a localização dos mesmos, além de treinar um funcionário do setor como brigadista.

Existe, ainda, o setor administrativo, dividido em salas onde funciona a recepção de solicitações de medicamentos e materiais médico-hospitalares, controle de estoque,  arquivo e outras atividades administrativas, além de uma sala para reunião.

O laudo do SEAUD também diz que o almoxarifado está funcionando de forma setorizada: no setor de medicamentos da farmácia básica, os fármacos são organizados por ordem alfabética e dispostos de forma a facilitar a visão do nome, lote e validade do medicamento. Existem setores para armazenamento de medicamentos não pertencentes à farmácia básica, setor de material médico-hospitalar, setor de medicamento e material odontológico, setor isolado para guarda à chave para armazenamento de psicotrópicos.

O relatório termina concluindo que foram sanadas as irregularidades de 2012 e que, com a reestruturação realizada, o almoxarifado está funcionando em conformidade com o Manual de Boas Práticas de Estocagem de Medicamentos do Ministério da Saúde.

“Esse relatório é um reconhecimento, pois mostra que estamos no caminho certo, fazendo o melhor para a Saúde, em todos os sentidos. Os medicamentos eram um problema no começo da gestão e com muito trabalho acabamos com a queima, diminuímos os mandados judiciais e reorganizamos o nosso sistema de distribuição.” ressaltou o secretário de Saúde Fahim Sawan.

 

Comunicação SMS/PMU 

 
 
 

Outras Notícias: Saúde



Voltar
Prefeitura Municipal de Uberaba
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Twitter Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub