Prefeitura Serviços Municipais Empresas Servidores Municipais Turismo Transporte Coletivo PPP Parceria Público Privada Portal da Transparência

Planejamento

25/10/2018 - Prefeitura abre discussão pública sobre projeto do Complexo Viário Sul

Apresentado publicamente nesta quarta-feira (24) para empresários, moradores, vereadores e demais interessados, o projeto do Complexo Viário Sul, que engloba a rotatória do Parque Fernando Costa, Avenidas Tonico dos Santos, Marcus Cherém, Coronel Joaquim de  Oliveira Prata, marginal da BR-050, Avenida Bandeirantes entre outras. Anteriormente foi feita uma apresentação parcial para empresários com fluxo de veículos maiores, como concessionárias por exemplo. Na primeira reunião, aproximadamente 10 empresários estiveram presentes, número praticamente igual ao de hoje.

“Neste formato a apresentação está acontecendo publicamente hoje, dentro de uma audiência pública que nos permitiu ouvir os receios e as necessidades dos empresários. Iniciamos esta discussão hoje e vamos analisar as manifestações e sugestões recebidas e que nos forem apresentadas nos próximos dias. Este projeto não é específico de uma avenida, é para a cidade, engloba vários bairros e centenas de pessoas. Estamos trabalhando com dados técnicos, levantamentos importantes e estamos à disposição para apresentá-los a quem tiver interesse em conhecer. Este é o intuito de uma audiência pública, ou seja, dar publicidade e oportunidade de debate”, afirmou Piau.

O principal ponto citado pelos empresários, diz respeito à implantação da mão única na Avenida Marcus Cherém, bem como, uma possível obra no final do ano, período natalino que propicia um fluxo maior de clientes no local. Eles também citaram o projeto de R$ 40 milhões aprovados recentemente. Neste ponto, foi esclarecido que a única obra do projeto da Caixa Econômica que está envolvido no Complexo Viário Sul, é o do viaduto, visto que o projeto engloba canalizações de córregos entre outro. Também foi informado que o recapeamento das vias do complexo será feito pelo Codau, dentro do Plano de Recuperação de Vias com Interferências de Manutenção, cujo recurso é próprio, bem como a sinalização e iluminação tem recursos específico para este fim.

De modo geral a apresentação foi feita pelo presidente do Codau, Luiz Guaritá Neto, secretário de Planejamento, Nagib Facury e secretário de Defesa Social, Trânsito e Transporte Coletivo, Wellington Cardoso, que deu ênfase ao aspecto da segurança pública, que está contemplado no projeto que receberá nova iluminação de LED, além da revitalização e reforma asfáltica, novas sinalizações priorizando a segurança e entendimento dos motoristas que acessarem as vias.

As propostas sugeridas foram apresentadas aos comerciantes e vereadores da Câmara Municipal que puderam manifestar seus interesses e opiniões. Na última segunda-feira (22), alguns comerciantes que envolvem grande fluxos nos seus comércios foram convidados para uma pré-apresentação, que foi feita, de forma mais detalhada e publicamente nesta quarta-feira.

O prefeito Paulo Piau disse que o gestor público toma decisões com base no interesse público e que aguardará a análise de todos os interessados para a tomada da decisão efetiva. Ele reforça que o projeto foi pensado com muita cautela e de forma técnica  sendo analisados todos os detalhes para a apresentação pública do projeto.

“Assim como aconteceu na Avenida Fidelis Reis, em 2014, a inversão de mão causou resistência de alguns comerciantes e que hoje consideram como positiva. Tudo é uma questão de análise futura e que precisa ser avaliada por todos”

Piau reforçou aos presentes que a entrada da cidade, via Marcus Cherém, terá novos acessos já pré-estudados e que serão benéficos para a região e que nenhum ponto foi feito para prejudicar, apenas para garantir e atender o crescimento da cidade nos últimos anos.

“Evidentemente esperávamos posições contrárias e a favor. Hoje, foi uma amostragem até mesmo por se tratar da primeira exposição pública do projeto. Estamos cumprindo a ordem democrática que é ouvir as pessoas e dentro das lógicas técnicas estaremos dispostos e prontos para atender as sugestões e questionamentos apresentados”, explica o prefeito reforçando que o projeto não está definido e que o momento foi exatamente para discussão.

O Prefeito abriu espaço para realizações de reuniões e colocou a Seplan a disposição para apresentação do projeto. Lembrando que os recursos para a primeira fase do projeto serão viabilizados pelo Codau e, a segunda parte, que engloba o viaduto do Parque de Exposições será realizado por meio de recursos do Finisa – financiamento que segue para assinatura da Caixa Econômica Federal, que já foi aprovado. Sobre a sinalização e iluminação pública serão utilizados recursos próprios para este fim.

O complexo também atenderá a realização e efetivação da passagem inferior da BR 262 e 050 que foi paralisado devido ao abandono da construtora e que agora será retomado a partir da licitação, que já foi aprovada pelo Dnit restando apenas questões burocráticas.

Para o prefeito Paulo Piau e os secretários envolvidos a audiência pública alcançou o objetivo. "Ninguém gosta de mudança e encaro isso como natural. Por isso, a audiência é publica. É um processo democrático e as pessoas podem debater, discutir, aprovar, reprovar. E cabe a nós, Poder Público ouvir, avaliar e chegar a um caminho que é melhor para a cidade de forma coletiva. Não temos que começar obra nenhuma agora. Vamos discutir e depois tomamos a melhor decisão para Uberaba", finalizou.

Sabrina Alves

Secom/PMU

 
 
 

Outras Notícias: Planejamento



Voltar
Prefeitura Municipal de Uberaba
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Twitter Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub