Prefeitura

Agronegócio

04/11/2015 - Ceasa divulga primeira cotação de preços do hortifrúti de novembro

Tomate, vagem e limão ficaram mais baratos nesta semana
 
A primeira cotação de preços do hortifrúti da Central de Abastecimento (Ceasa) do mês de novembro foi divulgada nesta terça-feira (3) pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento do Agronegócio (Sagri). Calculada na segunda (2), a pesquisa mostrou a descida do valor do tomate, vagem e limão, entre outros.


A Ceasa já começa a se beneficiar dos inúmeros investimentos realizados no decorrer deste ano. Um aumento da quantidade de comerciantes cadastrados, na ordem dos 20%, bem como a superação, em setembro, do total de alimentos produzidos durante todo o ano de 2014, ilustram o resultado positivo das ações da Sagri.


“O esforço para desenvolver a Ceasa tem trazido muitas vantagens para quem produz, vende e até mesmo para quem compra. Os estabelecimentos da cidade só têm a ganhar com a Ceasa e o consumidor consegue economizar na compra de alimentos ao se manter informado sobre as variações de preço”, destaca o orientador de mercado do órgão, João Carlos Caroni.


Pesquisa – Após semanas sem alterações, a vagem ficou mais barata nesta semana. A caixa de 12 kg viu seu preço passar de R$ 70 para R$ 60 na cotação. O tomate (22 kg) passou por uma queda semelhante – o seu valor desceu de R$ 60 para R$ 50. Além destes, o limão taiti saiu de um período de alta de preço e a caixa de 22 kg custa, agora, R$ 90.


Mais uma vez, a banana-nanica e a banana-prata mantêm-se com preços iguais e atraentes. As caixas de 16 kg saem por R$ 15, sem alterações em relação a cotações anteriores. A dúzia de alface também apresenta o mesmo valor. O pimentão (13 kg), a cenoura (25 kg), a beterraba (25 kg) e o mamão formosa (18 kg) apresentaram o mesmo resultado após a pesquisa da Ceasa. Nesta semana, todos são comercializados por R$ 35. O quilograma de melancia ainda custa R$ 1,00.


Sem alterações, a caixa de 22 kg de laranja é vendida por R$ 20, assim como a caixa de 30 kg de repolho. Tanto o quiabo (14 kg) quanto a abobrinha (22 kg) estão disponíveis por R$ 60. O saco de 20 kg de cebola apresentou custo de R$ 25. A maçã nacional (20 kg) e o chuchu (22 kg) também mantiveram seus preços constantes em relação à semana passada e são comercializados por R$ 80. O abacate (22 kg) ainda custa R$ 90 e a dúzia de couve-flor sai por R$ 52. Por fim, o jiló (17 kg) é vendido por R$ 30 e o saco de batata (50 kg), por R$ 130.

Breno Cordeiro (estagiário de jornalismo)

 

 
 
 

Outras Notícias: Agronegócio



Voltar
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub