Agronegócio

03/12/2014 - Bom volume de chuvas reflete queda de preço dos produtos da Ceasa Uberaba

Uberaba, que até o mês outubro viveu a pior estiagem dos últimos 83 anos, não pode reclamar, pois o município já registrou uma quantidade significativa de chuvas em novembro

 
Boa parte dos hortifrutigrangeiros comercializados na Central de Abastecimento -- Ceasa Uberaba – registrou queda no levantamento de preços desta semana. O chuchu teve uma redução extremamente significativa, bem como a abobrinha e o limão tahiti. A uva Niágara -- que muito atrai consumidores no período das festas de fim de ano -- está sendo comercializada a R$35,00 a caixa de 5 kg, preço considerado alto. A unidade da Ceasa Uberaba -- que tem no seu foco os donos de supermercados ou varejões -- é vinculada à Secretaria Municipal de Agricultura.


O chuchu que estava atormentando a dona de casa já está com preços acessíveis, pois foi comercializado a R$30,00 a caixa de 22 kg depois de atingir R$100,00 no início da segunda quinzena de novembro; o tomate se manteve estável a R$50,00 a caixa de 22 kg; a cebola mineira está R$28,00 a embalagem de 20 kg. A batata-inglesa foi comercializada a R$90,00 o saco de 50 kg, a abobrinha (20 kg) que havia chegado a R$60,00 no mês passado agora está a R$30,00, queda de 50% em menos de um mês.  


A dúzia de alface está custando R$20,00 (preço médio) e a couve-brócolis oscilou para baixo com o preço de R$30,00, mas a couve-flor oscilou para cima chegando a R$60,00 nesta semana.  Quanto às frutas, o limão tahiti registrou uma queda de 30% nos últimos 15 dias, cujo preço de R$100.00 caiu para R$70,00 a caixa de 22 kg; a laranja beira-rio -- que estava custando R$22,00 -- pode ser comprada por R$20,00 o saco de 22 kg; a melancia permanece a R$0,80 o quilo, valor estável há alguns meses.


De acordo com o secretário de Agricultura, Danilo Siqueira, a queda no preço de diversos produtos deve-se ao aumento das chuvas e traduz em maior produção e produtividade. “Isto fará com que os preços dos hortifrutigrangeiros que registraram grande variação durante a seca voltem ao normal”, observou o secretário que credita os altos preços à sazonalidade.
 
Para o orientador de mercado da Central de Abastecimento de Uberaba, João Carlos Caroni, houve queda de preços na maioria dos produtos comercializados, em razão do aumento da oferta. Entretanto, se a chuva persistir por muitos dias, alguns produtos como folhosas poderão ser prejudicados pelo excesso de umidade.  


Nos próximos dias, o funcionamento da Ceasa Uberaba será normal sem nenhuma alteração. Entretanto, nas semanas de Natal e Réveillon, poderá haver modificação para não causar prejuízos aos varejistas. Já existe definição em relação ao fechamento da Ceasa Uberaba nos dias 25 de dezembro (quinta-feira) e 1º de janeiro (quinta-feira). 

Jornalista Reginaldo Cangussu (Decom PMU)

 
 
 

Outras Notícias: Agronegócio



Voltar
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub