Prefeitura Serviços Municipais Empresas Servidores Municipais Turismo Transporte Coletivo PPP Parceria Público Privada Portal da Transparência

Educação e Cultura

25/03/2016 - XX Congresso de Educadores da Rede Municipal instigou os participantes a refletirem sobre a prática na escola

Depois de três dias de intensas discussões, a repercussão do XX Congresso de Educadores da Rede Municipal de Uberaba foi positiva, tanto para os 7 mil educadores participantes, como para a Secretaria de Educação, por meio do Departamento de Formação Profissional/Casa do Educador.
Uma equipe de 49 pessoas, sob a coordenação da chefe do departamento, Sonaly Machado, organizou o evento realizado simultaneamente em dois locais: Cine Teatro Vera Cruz e Centro de Eventos da ABCZ.


Sonaly garante que foi gratificante elaborar com tanto carinho mais esta formação para os educadores de Uberaba. “Eu não saberia ser e fazer outra coisa, pois foi a profissão que abracei com o coração, comprometimento, amor, de corpo inteiro e de alma. E tudo isso é transmitido para as pessoas participaram do Congresso, com momentos maravilhosos de aprendizado.


A Secretária Municipal de Educação, Silvana Elias afirma que o Congresso representa, para Uberaba, o esforço conjunto para tecer uma educação pública de qualidade. “Os alunos são sujeitos e nós os acordadores da educação humanizada e universalizada”, enfatiza.


O prefeito Paulo Piau, agradeceu a realização do Congresso e a política de formação dos professores “como instrumento de transformação dos jovens, com profissionais comprometidos e valorizados”.


A educadora infantil do Cemei Mônica Machiyama, Ana Maria da Silva Dias, conta que trabalha como educadora há 20 anos e sempre participa dos Congressos, porém “este ano superou todas as expectativas, tanto pela organização quanto pela qualidade do aprendizado”.


Amélia Arduini, diretora do Cemei Francisca Valias Wenceslau disse que já está com saudades do Congresso: “quantos assuntos interessantes abordados, que fazem parte do nosso cotidiano. Quantos palestrantes generosos, que compartilham seus saberes com clareza e generosidade. Parabéns à equipe da Casa do Educador e da Semed. Foi inesquecível!”, relata.


Palestras - O reitor da Universidade de Lisboa, professor Dr. Antônio Nóvoa, abriu o Congresso com o tema “Ser professor na atualidade” e fez uma abordagem da educação no século XX e os desafios para o século XXI. Ele fez uma reflexão sobre as três revoluções para a educação: a escrita, o livro e a biblioteca e, neste século, a era digital. Para ele, o processo de transformação passa pela escola. “A escola é um elemento central para o progresso. Precisamos de uma nova organização da escola se não quisermos perder a escola e o aluno”, diz.


Já o Dr. Cipriano Luckesi palestrou sobre “Avaliação... mais uma vez?”, onde abordou a questão do cuidado com o aluno e algumas teorias e práticas sobre os resultados da avaliação na vida de um aluno. Deixou claro que avaliação só deve ser qualitativa e não quantitativa. Segundo ele, o conceito de avaliação que é a ameaça velada não ajuda a aprender. “O educador não pode desistir do educando, tem que ter paciência para que as crianças construam as condições do conhecimento e da memória”, diz. Durante a palestra, ele indica que a avaliação tem que ser, na verdade, o resultado do que o professor está fazendo. “Ensinar é insistir que o outro aprenda. É preciso treinar, treinar, treinar, treinar.... e repetir quantas vezes forem necessárias”, completa.


O professor Dr. Luis Gustavo Ferreira Oliveira ministrou a palestra “A escola e sua contribuição para a educação ambiental”. Durante a sua apresentação, ele fez um resumo do que os professores podem utilizar como instrumentos de promoção da educação ambiental. Exemplificou alguns projetos e como os educadores podem contextualizar o assunto com seus alunos, dentro e fora de sala de aula.


Sobre “Autismo e Inclusão”, a convidada foi a Drª Aída Teresa dos Santos, que exemplificou como os professores podem abordar o assunto na escola. A professora disponibilizou o material de estudo dela e conseguiu mostrar aos participantes algumas ideias práticas para facilitar o ensino-aprendizagem do aluno com autismo.


Participaram da Mesa Redonda “A Pedagogia da Neurociência, o professor Dr. Gilberto Gonçalves de Oliveira (que lançou o livro A Pedagogia da Neurociência), a Drª Martha Linhares e a secretária de Educação Silvana Elias. O debate foi baseado no estudo do professor Gilberto, que acredita na interdisciplinaridade entre educação e medicina, para a resolução de alguns desafios relacionados à neurociência. “Hoje podemos dizer que o cérebro é mais eficiente quando ele tem emoção e motivação”, comenta. Além disso, comentaram sobre a internet e a revolução que ela tem provocado no processo mental dos jovens.


A Drª Emilia Cipriano, com a palestra “Processo Ensino-Aprendizagem: Como conquistar a atenção dos nossos alunos?”, encantou e fechou com chave de ouro o trabalho de três dias com os educadores de Uberaba, que ficaram fascinados pela presença da professora. “O professor é um ponto de luz, se ele desejar ser. Se ele não for inteiro, se for desencandado, ele desencanta o aluno também”. Ela falou sobre as práticas e deu exemplos pessoais para ilustrar a conquista dos alunos na sala de aula.


Jorn. Monica Cussi
Comunicação Semed/PMU

 

 
 
 

Outras Notícias: Educação e Cultura



Voltar
Prefeitura Municipal de Uberaba
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Twitter Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub