Prefeitura

Você está em: Prefeitura Municipal de Uberaba > Prefeitura > Secretaria Municipal de Meio Ambiente > Superintendência de Bem Estar Animal > Castração

Castração

 

Por que CASTRAR o meu animal?

Para diminuir o número de animais nas ruas, o número de gestações indesejadas e a superpopulação de animais.

Para reduzir o aparecimento de doenças do trato reprodutor, hiperplasia prostática em machos e tumor de mama em fêmeas.
Porque diminui o custo com o tratamento de doenças reprodutivas.
Porque diminui a transmissão de doenças dos animais ao homem e a outros animais.
Porque leva os animais a uma maior longevidade.

O que é a castração?

A castração é um procedimento cirúrgico simples que necessita de anestesia e deve ser realizado por um médico veterinário em uma clínica.

Como é realizada a castração?

Na fêmea, realiza-se a ovariosalpingohisterectomia (OSH), que é a retirada do ovário, do útero e do oviduto. Depois da retirada dos órgãos reprodutivos, a fêmea não produz hormônios, por isso não apresenta cio e nem cruza.

No macho, realiza-se a orquiectomia, que é a retirada dos testículos. Depois da cirurgia, o animal perde o interesse pela fêmea e reduz o comportamento de marcar o território e a agressividade.

A castração pode ser realizada a partir da sexta semana de vida ou 03 meses após o cio. Após o parto, deve-se esperar 2 meses para a realizar a castração. Na gata, após o parto, a castração pode ser realizada logo após o desmame dos filhotes.

Vantagens e desvantagens

Uma das maiores vantagens é a redução de doenças associadas ao trato reprodutivo e a hormônios reprodutivos, além de problemas comportamentais, que podem diminuir ou desaparecer após a castração.

A vantagem mais importante é a maior expectativa de vida de animais castrados devido à diminuição das doenças que acometem o trato reprodutor e redução dos efeitos hormonais.

Tumores: na cadela, há uma redução do aparecimento dos tumores de mama quando realizada a castração precoce. Uma cadela castrada apresenta aproximadamente, apenas 12% do risco de aparecimento de um tumor mamário em relação a uma não castrada. Outra vantagem é a redução do contagio do tumor venéreo transmissível, que é uma doença transmitida por contato direto. Este tipo de tumor acontece principalmente em cães de rua e sexualmente ativos.

Pseudociese: cadelas não castradas podem desenvolver a gravidez psicológica, e podem inclusive produzir leite, fazer ninho e adotar um objeto como filhote. Quando ocorre a castração isso não acontece.

Piometra: é a doença mais comum no útero de cadelas e gatas não castradas. O útero fica infeccionado e o animal pode morrer. Em fêmeas castradas isso não ocorre.

Em machos a retirada dos dois testículos resulta em menor ocorrência de doenças dos órgãos reprodutivos.

Como desvantagem da castração, alguns animais ganham peso, devido a redução da taxa metabólica e menor atividade física. Mas esse fato pode ser controlado com exercício e alimentação saudável.

Existe o risco de desenvolvimento da incontinência urinária devido a castração.

Quando a castração é precoce as fêmeas podem apresentar genitália infantil e maior crescimento com ocorrência de ossos mais longos. Em machos a castração precoce pode levar a um menor desenvolvimento do prepúcio e do pênis e há também relatos de animais mais altos.

 

Voltar
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub