Prefeitura Serviços Municipais Empresas Servidores Municipais Turismo Transporte Coletivo PPP Parceria Público Privada Portal da Transparência

AMVALE

19/06/2019 - Cistrisul reúne prefeitos e secretários de saúde para debater serviço aeromédico do Samu Regional

Para abordar a contratação da equipe multiprofissional (médicos e enfermeiros)  e os critérios de funcionamento do helicóptero que serve o Samu Regional (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), utilizado em casos de emergência, o Cistrisul (Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência e Emergência da Macrorregião do Triângulo Sul) que representa os 27 municípios da área e é presidido pelo prefeito de Conceição das Alagoas, Celson Pires, reuniu em sua sede em Uberaba, prefeitos e secretários municipais de Saúde.

Em setembro de 2017, foi solicitada ao Governador do Estado de Minas Gerais a implantação de base descentralizada de suporte aéreo avançado de vida em Uberaba, onde os municípios do Triângulo Sul estariam contribuindo com o aperfeiçoamento das ações do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais – CBMMG, sobretudo no que se refere à redução do tempo de resposta dos acidentes e calamidades, haja vista que isso pode fazer total diferença na manutenção de vidas. A área de cobertura para ação do suporte aéreo (helicóptero) teve definida a abrangência nas regiões de saúde Triângulo Sul, Triângulo Norte e Noroeste de Minas.

“A aeronave foi entregue em Uberaba no dia 21 de dezembro de 2.018 para atender qualquer tipo de ocorrência, entre elas, transplantes de órgãos, resgate de vítimas desaparecidas, resgate de vítimas de acidente de trânsito em rodovias e locais de difícil acesso, melhorando ainda mais os serviços prestados pela instituição”, expôs Celson Pires, ao acrescentar que, para a manutenção e custeio da equipe médica que estarão trabalhando nesta aeronave, será fixado o rateio das despesas que devem ser pagas por todos os municípios consorciados.

Ainda de acordo com o presidente do Cistrisul, a ideia inicial era começar com uma estrutura terrestre. Mas, com a evolução das gestões em torno do assunto, o consórcio foi informado pelo Governo do Estado que seria disponibilizado o helicóptero, a partir de reivindicação formulada pelo ex-presidente do órgão e prefeito de Pirajuba, Rui Ramos, cuja base do aparelho foi implantada a partir de apoio da iniciativa privada, Ministério Público e Prefeitura de Uberaba.

Agora, recentemente, segundo Celson Pires, foram contratados os dez médicos e os dez enfermeiros, seguindo-se a formalização dos contratos dos mesmos e, a partir do evento desta terça-feira a adesão dos municípios consorciados para o rateio de despesas. O Estado entra com a aeronave e sua manutenção, bem como com a destinação der 14 bombeiros militares.

O restante correrá por conta das prefeituras. “Muitas vidas vão ser salvas com esse serviço aeromédico”, diz.

O presidente da Amvale (Associação dos Municípios da Micorregião do Vale do Rio Grande) e prefeito de Uberaba, Paulo Piau, foi enfático sobre a importância do SAAV: “Uma só vida que salvar, vale tudo que a gente está empenhando aqui pelos municípios”.

Durante a reunião, o comandante da Companhia Especial de Operações/SAAV – Suporte Aéreo Avançado de Vida, major BM Nelson Santana Camargos, expôs que o helicóptero iniciou atendimentos há cerca de um mês, com seis ocorrências já atendidas. “O objetivo é que haja redução no tempo–resposta para o paciente grave que precisa chegar ao hospital de referência o mais rápido possível”, observou, ao assinalar que a região tem uma demanda grande na área do transporte em saúde.  Dentro 60 dias, a base operacional do SAAV será transferida em definitivo, do Aeroporto “Mário de Almeida Franco”, para a unidade dos Bombeiros localizada no Parque Tecnológico de Uberaba/Univerdecidade.

O superintendente Regional de Saúde, Ivan José da Silva, por sua vez, destacou que agora o trabalho está focado na integração dos 27 municípios para a operacionalidade do helicóptero de resgate. “O SAAV é importante demais para as três regiões de abrangência devido a agilidade no resgate de pacientes graves. Hoje, um município gasta de R$ 8 mil  a R 12 mil em UTI móvel para esse tipo de atendimento. Com o novo serviço, o paciente vai ser levado para o hospital de referência num tempo curto e com gasto zero.”, disse ele, ao ressaltar a participação do Cistrisul na gestão e  gerenciamento do serviço.

Avaliado em cerca de R$ 15 milhões, o helicóptero foi adquirido pelo Governo de Minas, através da Secretaria de Saúde, com recursos do SUS (Sistema Único de Saúde), citou o superintendente.

Lúcio Castellano – MG 04052 JP

assessor de Comunicação Amvale

 
 
 

Outras Notícias: AMVALE



Voltar
Prefeitura Municipal de Uberaba
Fique por dentro dos nossos canais sociais:

Facebook Prefeitura de Uberaba Twitter Prefeitura de Uberaba Instagram Prefeitura de Uberaba Whatsapp Prefeitura de Uberaba
Prefeitura Municipal de Uberaba - Todos os direitos reservados.
Av Dom Luiz Maria Santana, 141 - CEP.: 38061-080- Uberaba - MG - Tel.: (34) 3318-2000
Atendimento ao Público: Das 12h às 18h.
Desenvolvido por: Codiub